Na hora de comprar um novo fogão ou cooktop, é comum levar em conta o modelo, número de bocas, cor e também alguns detalhes técnicos, como os tipos de gás. Ao buscar a melhor opção, você já deve ter se deparado com os termos GLP e GN. Mas você sabe qual é a diferença entre eles?

GLP

tipos de gás

O gás liquefeito de petróleo, também chamado de GLP, é mais conhecido como o gás de botijão. Ele é feito principalmente de butano e propano, além de outros gases em menor quantidade, o que o torna mais pesado que o ar. Por ser mais fácil de armazenar e transportar, o GLP se torna mais prático e econômico, sendo o mais comum entre os tipos de gás presentes nos lares brasileiros.

Outra característica do GLP é a força da chama mais instável, o que interfere no tempo de cozimento dos alimentos. Isso não significa que a sua refeição será prejudicada, apenas que o tempo de preparo pode variar um pouco de um dia para o outro.

GN

tipos de gás

O gás natural ou GN é o gás fornecido a partir de encanamento, mais comum em grandes cidades e prédios mais novos. É composto principalmente por metano, mas também contém butano e propano em menor quantidade, sendo mais leve que o ar.

Uma das suas vantagens é a economia de espaço, o que é ideal para apartamentos. Por falar nisso, o consumo é cobrado direto na conta, do mesmo jeito que a energia elétrica. Dessa forma, no caso de um prédio, cada morador paga o que usou. Outra vantagem do gás natural é a chama mais estável, que garante um rápido preparo dos alimentos.

Afinal, qual é o melhor entre esses dois tipos de gás?

Depende! No caso dos produtos Mueller, os fogões e cooktops saem de fábrica para a instalação do GLP. Porém, podem ser convertidos para o GN de forma gratuita no período da garantia para produtos novos. Se você mora em casa, a primeira opção é mais prática, mesmo tendo que renovar o botijão quando o gás acaba. Mas se você mora em um prédio com gás natural, vale a pena fazer a conversão do eletro, principalmente para poupar espaço.

Mas atenção: além de vir em botijão, o gás GLP também pode vir encanado, como é comum em prédios mais antigos. Por isso, nessa forma é fácil confundi-lo com o gás natural. Sempre pergunte ao seu síndico qual é o tipo de gás do prédio. Isso evita futuros transtornos, no caso de você pedir uma conversão para gás natural quando ele já vem encanado no condomínio. Ou seja, se for encanado, mas for GLP, não precisará converter.

Para fazer a conversão do GLP para o gás natural, é necessário procurar uma empresa ou profissional especializado. Ele irá utilizar o kit de peças específico para cada modelo de fogão, garantindo a sua segurança.

Se o seu produto estiver na garantia e ainda não tiver sido utilizado, a conversão pela Mueller é gratuita. Basta ligar para o 0800-471692 e informar o número de série (encontrado na nota fiscal). Assim, o kit conversão será enviado à assistência autorizada.