Nossa casa acabou se tornando nosso refúgio com muita intensidade nos últimos anos. E estarmos nela, tornou alguns ambientes ainda mais importantes para o viver, conviver, e trabalhar. Um dos ambientes que vem se destacando é a cozinha.


Ter uma cozinha aconchegante e funcional tem sido prioridade, pois é nesse espaço que são compartilhados momentos que vão muito além de simples preparos de receitas. A cozinha virou espaço de confraternização, de trabalho, de receber amigos e familiares, e de despertar novos chefs, que amam testar um prato novo.


Partindo disso, o ampliar, mudar e renovar a cozinha tornou-se um desejo muito intenso. E pensando que nela tudo acontece, o planejar esse espaço tornou-se ainda mais importante e exige atenção aos detalhes, não somente estéticos, mas também detalhes para transformar a cozinha em um ambiente prazeroso e eficiente.



Segundo a designer Aline Letícia Belaus, da @casa_de_ideias_, um bom planejamento inicial para a sua cozinha precisa contemplar inicialmente 3 fatores importantes, que definirão o design, a praticidade e a funcionalidade do dia a dia:


1- Fluxograma e distribuição de áreas de acordo com a função


Cada cozinha deve seguir as peculiaridades de cada morador e sua família. Detalhes como ergonomia para o mobiliário facilitam o acesso, e questões como boa distribuição interna precisa ser contemplada para aproveitar o máximo todo o espaço. Ou seja, a distribuição do espaço deve ser de acordo com a sua rotina, suas necessidades e desejos.
É fundamental, no planejamento, saber quais são as medidas do ambiente e dos eletrodomésticos, além de pensar na direção para a qual as portas e gavetas se abrem. Isso garante que você consiga encaixar todos os móveis e ainda tenha espaço para a circulação.


Outro ponto importante que a arquiteta Aline define, são os fluxos de movimentação, que basicamente são 5 diferentes áreas de trabalho:



  • Zona de armazenamento: onde ficam os armários para guarda de alimentos e utensílios, geladeira/freezer, tec
  • Zona de limpeza: pia, máquina de lavar louça, etc.
  • Zona de preparo: bancada de trabalho e organização.
  • Zona de cocção: fogão, fornos, microondas, coifas, etc.
  • Zona de servir: mesa, bancada, etc.

Para facilitar o fluxo de circulação das pessoas dentro da cozinha, a organização dessas áreas, zonas de armazenamento, de limpeza e de cocção, pode ser projetada de forma triangular.



2- Definição do tipo de eletrodomésticos e acessórios necessários de acordo com os hábitos dos moradores da casa


Baseado na melhoria do estilo de vida, o mundo tecnológico também tem facilitado o dia a dia na cozinha, trazendo itens como cuba, lixeiras, fornos , cooktop e coifas, com funções inteligentes importantes.
Uma das tendências são materiais com limpeza mais facilitada e sem toque para evitar contaminação, como por exemplo, funções inteligentes em refrigeradores e fornos ou até mesmo o design de cubas.
No design, a tendência é para um espaço na cozinha mais interativo e fortemente ligado ao pertencimento. Por isso não se segue mais combinações de cores ou materiais, inclusive nos eletrodomésticos, cubas ou misturadores, tornando o conjunto da sua cozinha mais interessante e reflexivo da personalidade de quem vive o dia a dia.



Para praticidade e bem estar, novos itens estão presentes, como lixeiras de bancada, gavetas aquecidas, dosador de detergente, cubas com escorredores de louças móveis, fornos de cocção que assam até mais de uma receita ao mesmo tempo e diariamente novos itens chegam no mercado.



Outro item que não pode ficar de fora, é observar a capacidade e o tipo de cada eletrodoméstico. Essa escolha também precisa ser baseada nos hábitos dos moradores da casa. Se esse gosta de receber amigos e familiares, por exemplo, o ideal é um forno elétrico com maior capacidade e um cooktop que tenha mais opções de queimadores. Lembrando, que você pode encontrar uma variedade de opções de eletrodomésticos na loja da Mueller.


Por esses motivos, é importante identificar todas as possibilidades que um novo projeto ou até mesmo de renovação precisa contemplar. Sempre focando nas necessidades diárias de quem estará presente neste ambiente.


3- Definição de materiais para o mobiliário e revestimentos


A escolha dos móveis é preciso que a escolha seja feita com cuidado, tanto em fatores estéticos quanto em sua funcionalidade. Antes dessa decisão, pesquise bastante o estilo de cozinha desejado e qual o mobiliário adequado. Sendo que o revestimento da cozinha é importante não só pelo aspecto decorativo. É uma área que precisa de resistência, impermeabilidade e durabilidade. Os três pontos de revestimento são as paredes, os pisos e a bancada.



Entretanto, o sonho da cozinha perfeita é um mundo de possibilidades que depende das particularidades de cada um, e vários itens podem entrar no momento do planejamento. Como sofisticação, elegância, valores de investimento, espaço e muito mais.


Baseando-se em estilos, a designer Aline tem algumas dicas para destacar:



Para quem busca um investimento menor:



  • Fornos de bancada atualmente possuem design moderno e com funções eficientes. A Mueller eletro tem várias opções.
  • Os materiais para o mobiliário como os painéis de melamina serão o ideal para seu projeto.
  • Puxadores como os tipo cava, facilitam a redução de investimento.
  • Ferragens de gavetas e portas de qualidade e eficiência, opte por aqueles que possuem funções mais básicas como trilhos telescópicos e dobradiças de pressão sem amortecimento.

No entanto, vale ressaltar que algumas regras são fundamentais independentemente da redução de investimento, como:



  • Deixar espaço para que os fornos de bancada não danifiquem o mobiliário durante o uso.
  • Ter um bom espaço entre a geladeira e o fogão.
  • Observar a altura ideal de sua coifa/depurador em relação ao seu fogão/cooktop.


Para quem busca por itens mais modernos aliados a tecnologia:


 



  • Fornos elétricos e microondas as apostas atualmente são em modelos de embutir, pois reforçam o estilo minimalista com design super moderno. Contudo, sempre vale lembrar que para a eficácia é preciso respeitar, a construção dos espaços na zona de cocção, a altura ideal e os espaçamentos identificados no manual do fabricante.
  • Coifas com tecnologia touch ou acionamento automático possibilitam não somente a melhoria do ar em casa durante a preparação dos alimentos, mas também oferecem design moderno.
  • Cooktop de bancada são modernos e oferecem um estilo minimalista para as bancadas de trabalho. No mercado tem diferentes opções, tanto modelos elétricos ou de indução que deixam a cozinha mais organizada e elegante.

Agora que você já conhece um pouco sobre um bom planejamento de cozinha, conheça as tendências de decoração para deixar a cozinha ainda mais moderna.


Continue nos acompanhando pelo blog e nas redes sociais para mais dicas de cozinha e lavanderia!